Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter e receba as novidades da AJBB NETWORK

Enviar Registo

Notícias

AJBB detém exclusivo da publicidade em publicações das comunidades na Europa

2014-02-03

A empresa AJBB Network passou a ser o interlocutor exclusivo em Portugal para a comercialização de espaços e soluções publicitárias nas principais publicações das comunidades portuguesas na Europa.

“Acompanhar e colaborar, de forma personalizada e atuante, os gestores de conta e planeadores das agências, de forma a construir as melhores soluções em comunicação para as empresas e contribuir para o aumento da eficácia da promoção e do consumo das marcas portuguesas no estrangeiro” é, segundo Abílio Bebiano, CEO da empresa, o principal objetivo.

O Portugal Post (Alemanha), LusoJornal (Edições Bélgica e França) a revista Bilateral (França), As Notícias (Reino Unido) e a Gazeta Lusófona (Suíça) são algumas das publicações que a empresa passa a representar, em exclusividade, no diálogo com as agências.

“Com a colaboração destas publicações também acompanharemos de perto a atividade das marcas no mercado europeu, de forma a antecipar necessidades e encontrar as soluções de comunicação mais adequadas a cada caso, promovendo criação de valor”, salienta Abílio Bebiano, acrescentando que “a AJBB vai continuar a trabalhar para reforçar a parceria com as agências, e cimentar com elas uma relação forte, de confiança, que possibilite ajudar as marcas nacionais que operam no mercado europeu das comunidades a ter sucesso”.

Recorde-se que a Europa conta atualmente com quase dois milhões de emigrantes portugueses espalhados por vários países. França, Suíça e Alemanha são os principais países de acolhimento. O Reino Unido, por sua vez, conta já com mais de 500.000 portugueses a residir e a trabalhar no país. De acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal, as remessas de emigrantes cresceram 13 por cento em 2012, para 2,75 mil milhões de euros, valor máximo desde 2002. Mais de metade deste valor, cerca de 1,51 mil milhões de euros, continua a chegar de emigrantes em países da União Europeia.